Páginas

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Mergulhando no Maravilhoso mundo de Final Fantasy

Irei falar para vocês agora de um dos melhores rpgs do mundo feito pela maravilhosa Square-Enix.


O maravilhoso Mundo de Final Fantasy (Parte I)

Introdução
Final Fantasy foi criado como o último recurso para salvar uma empresa que estava falindo, a Square Soft (Square Enix atualmente) em 1987 e gerou bastante dinheiro e fez com que a Square se levanta-se novamente.

Enredo
A históra é sobre 4 guerreiros que carregam cristais, cada um representando um elemento, o dever deles é derrotar os 4 monstros elementais Lich (terra), Marilith (fogo), Kraken (água) e Tiamat (vento) além do monstro supremo Chaos.

Personagens
Final Fantasy não tinha personagens diretos, você os nomeava e tinha que escolher entre 6 classes: Guerreiro (melhor ataque), Ladrão (melhor evasão), Monge (melhor agilidade em combate), Mago Branco (melhor em cura), Mago Negro (melhor em magia ofensiva) e Mago Vermelho (utiliza magia branca e negra com algumas restrições) e que no desenrolar do jogo em uma side-quest as classes evoluem para: Cavaleiro (ataque melhorado, e uso restrito de magia branca), Ninja (evasão melhorada, maior variedade de equipamento e uso restrito de magia negra), Mestre (agilidade em combate melhorada, com mais chances de soco), Feiticeiro Branco (magias brancas melhores como Holy e NulAll), Feiticeiro Negro (magias negras melhores como Flare e Saber) e Feiticeiro Vermelho (magias brancas e negras melhores com restrições)

Jogabilidade e Dificuldades
Final Fantasy havia mostrado uma invocação em matéria de batalhas, os rpgs da época eram batalhas frontais, onde só monstravam o inimigo e não os personagens, mas Final Fantasy conseguiu dividir a batalha em duas telas, do lado esquerdo os inimigos e em outra tela no lado direito os personagens, isso ficou conhecido como Batalha Lateral.
 Final Fantasy só podia salvar o jogo em INNs, ou hotéis e o preço variava de acordo com a necessidade do grupo, se o grupo tivesse bastante HP (Health Points) sobrando o preço era mais barato, também os Magos não aprendiam magias, tinham que compralá-las e isso levou a ira de muitos jogadores pois na 1ª loja elas custavam 250, na 2ª 500, na 3ª 1000 e na 4ª 2500. Também havia um limite de 3 magias para comprar por nível (que eram 8) e na batalha não existia MP (Magic Points ou Mana Points) para gastar com as magias, elas eram utilizadas em quantidades, que aumentavam durante o subir de nível dos mágicos, o que significa que você não podia sair por aí tacando fogo em todo mundo.
Quando um de seus personagens morria, só havia duas opções, ou ir á uma igreja na cidade, onde um padre cobrava preços absurdos para reviver seu personagem e deixá-lo somente com 1HP, também havia a magia Life que tinha o mesmo efeito, mas era uma magia de nível 6.
  
Remakes
 Final Fantasy foi um dos jogos que recebeu mais remakes, para o MSX2 em dezembro de 1989 somente no Japão, com pequenas alterações. Para o WonderSwan Color em 9 de dezembro de 2000 somente no Japão com gráficos melhores parecendo um jogo de Super NES. Foi lançado para o PlayStation em 31 de outubro  de 2002 no Japão e em 2003 na América, o jogo havia uma qualiade melhor nos gráficos e na música, e recebeu o nome de Final Fantasy Origins (Que vinha junto com o Final Fantasy II). Final Fantasy I Também foi lançado para o Game Boy Advance como Final Fantasy I & II Dawn of Souls em março de 2004 no Japão e em Novembro de 2004 na América, neste remake já utilizava o MP e você podia salvar no mapa-múndi o jogo, além de conter 4 novas dungeons do The Soul of Chaos. Foi lançado para celulares em 1 de março no Japão. Para o PlayStation Portable como Final Fantasy I - Anniversary Edition em 19 de abril de 2007 no Japão em 26 junho de 2007 na América, continha música e gráficos bem reforçados e além de conter as dungeons de The Soul of Chaos, tinha também o Labyrinth of Time. Finalmente recentemente o jogo foi lançado para iPhone e iPod touch com os mesmos recursos do PSP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário