Páginas

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Blizzard³ - Capítulo 13

[Amanhã tem uma postagem super especial! Aguardem!!!]


Blizzard³

13. Emergência
  Saí correndo para o Hospital, mas não exemplifiquei exatamente como eu soube disso - E lá vou eu me prendendo á detalhes, mas vocês estão lendo a minha visão dos fatos, então se contenham! - Não mencionei anteriormente por que eu fiquei tomada por uma energia de angústia. Mas enfim, esta eu, lendo a carta da Sophie quando de repente meu celular tocou. Era uma mensagem da Anelisse...

Yura-san! Venha correndo para o hospital! O médico tem algo para falar sobre a Kyou!

  Larguei a carta na hora. Nem fechei a janela das mensagens no meu celular, fui correndo para o meu quarto, peguei minha bolsa e o enfiei lá dentro. Saí correndo e deixei um bilhete para minha mãe: Mãe, fui no hospital visitar a Kyou, não sei se vou chegar logo. Porém não se preocupe. Então calcei rapidamente meus sapatos e saí em disparada para o Hospital.
  Só dava eu correndo na rua, mas eu nem me importava, não se tratava de mim, e sim da Kyou. Então não me importo se estou pagando mico. Eu faço isso pela única pessoa que teve uma conversa franca comigo que não seja querendo as respostas da prova ou a lição atrasada... ODEIO ISSO! As pessoas só me veem como se eu fosse uma nerdinha que não tem vida social, só se mata de estudar e que nunca vai namorar. E não é bem assim que funciona não... Eu tenho vida social... Eu acho.
  Mas isso não é sobre mim... É sobre a Kyou. Tenho que manter o meu foco nela, não posso me distrair.
  Cheguei quase morrendo no hospital e encontrei o Dr. Furukawa junto com a Anelisse e Shima. 
  - O que... foi... que... aconteceu? - perguntei quase perdendo a respiração.
  - Calma Yura! - falou Anelisse me socorrendo enquanto a pessoa que mais precisava me socorrer, que era o Dr. Furukawa ficou simplesmente me olhando.
  Me recompuz e o Dr. Furukawa tomou a palavra.
  - Anelisse, Shima, Yura. Tenho um comunicado muito importante para falar á vocês.
  Meu coração não parava de bater, mas batia muito forte, tão forte que eu acho que eu podia ser derrubada com uma batida do meu coração. Parece loucura eu sei, mas você não consegue imaginar como eu me sinto. Anelissse apertou a minha mão, eu apertei a mão dela, só que com muito mais força...
  - Yura-san... - falou ela - Aperta com menos força... Você está prendendo o sangue das minha mão.
  Não liguei para ela. Estava muito nervosa para perceber alguma coisa.
  - Kyou apresentou algo, que eu nunca imaginaria que uma pessoa poderia apresentar, pelo menos no estado em que ela se encontra...
  Risquei uma alternativa da minha lista... O fato que ela morreu... Eu sei que é feio pensar assim, mas nessas horas nunca se sabe. Parece imaginação de mãe... Imaginamos cada coisa, que ás vezes parece até impossível.
  Apertei com mais força ainda a mão da Anelisse.
  - Yu...ra? - perguntou Anelisse.
  O Dr. Furukawa continuou a falar.
  - Toda a equipe médica ficou muito assustado em saber o que era. Pois ninguém preveu isso.
  - Nossa, preveu o quê? - perguntou Shima, apertei com muito mais força a mão da Anelisse
  - Yura... meu braço tá latejando... Ou você aperta menos ou fico sem sangue no meu braço!
  - ME DESCULPA! - falei para Anelisse - ME DESCULPA! ME DESCULPA! ME DESCULPA! ESTOU MUITO NERVOSA! ME DESCULPA!
  - SHHHHHH! - gritou o médico par+a que eu falasse mais baixo.
  - Me desculpa... - eu não sabia onde enfiar a minha cara depois disso...
  Fomos até o quarto da Kyou ela estava coberta até o nariz. O médico chegou bem perto dela e logo em seguida falou para nós.
  - Vocês estão prontos?
  Todos fizeram sim com a cabeça. O Dr. Furukawa tirou parte do lençol que cobria Kyou. E adivinha... Kyou estava sorrindo. Ela estava sorrindo. Não sei o que aconteceu comigo. Parece que perdi o meu chão. Não sei o que aconteceu comigo... 
  Mas caí no chão e comecei á chorar...

Um comentário:

  1. Oi Edu!
    E dentre esses doisqual vc decidiu? Diga que é o Naruto! rs
    Beleza vê ai com sua prof e vaime informando!

    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir