Páginas

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Laranja Mecânica

Olá Pessoal!
Eu finalmente acabei de ler!!!


Ficha Técninca
Título: Laranja Mecânica
Título Original: A Clockwork Orange
Autor: Anthony Burgess
Tradução: Fábio Fernandes
Editora: Aleph
Edição: 8ª Reimpressão
Capítulos: 3 partes, cada uma com 7 capítulos
Páginas: 191

  Escrito em 1962, Laranja Mecânica se tornou o livro mais controverso da época, e talvez até os dias de hoje, tendo recebido o título de um dos melhores lívros da língua inglesa do século XX pela revista Time. Ter títulos tão gloriosos assim não são para qualquer tipo de escritores.
  Antes de começar a falar um pouco mais sobre o livro, eu queria comentar um fato que eu li durante os prefácios do livro. Em 1960, Anthony Burgess recebeu a notícia que tinha um tumor cerebral inoperável e que ele só tinha um ano de vida... Acho que muita gente entraria em desespero, inclusive eu, mas isso não aconteceu no Anthony, ele simplesmente tomou uma decisão: Escrever o maior números de livros que puder, antes do dia da sua morte para deixar sua mulher confortável com o dinheiro dos direitos autorais após sua morte. Nesse curto tempo ele planejava escrever 10 livros, mas só consegui escrever 5 e meio. 5 e meio? Isso mesmo. Esse meio era Laranja Mecânica. Então quer dizer que essas 191 páginas são metade do livro? Não. Anthony conseguiu terminar Laranja Mecânica devido a um erro médico, que prolongou seu período de vida. Anthony morreu em 1993, e esse tempo de vida deu para ele escrever 13 livros, ele é de mais não acha?
  Laranja Mecânica conta a história de um jovem garoto de nome Alex, que vaga pelas ruas noturnas de Londres com sua gangue espalhando o terror e a violência. Ele junto com seus colegas, Pete, Georgie e Tosko fazem inúmeras coisas na noite londrina, extremamente violenta. Mas o pior erro que poderia ter acontecido com Alex, foi ele ter decidido ivadir a casa de uma senhora e tê-la espancado brutalmente, por esse feito, foi parar na cadeia e seus colegas o abandonaram. Alex não iria ficar muito tempo na cadeia, mas a senhora que ele espancou, morreu e isso acrescentou mais 20 anos de cadeia para o garoto.
  Na prisão, rola alguns rumores de um novo método que fará uma pessoa exterminar a maldade de si mesma, mas eles estavam precisando de uma cobaia, com a mentalidade de querer sair da cadeia rapidamente, se oferece para ser a cobaia. Lá ele é tradado super bem, mas isso era somente o começo de seu pesadelo. Alex era submetido a ficar olhando para cenas de violência cada vez mais brutais, que chegavam a ter enojar o garoto, o que é muito estranho pois geralmente é uma coisa que chega a dar prazer para Alex. 
  Depois de 15 dias, Alex sai da prisão, mas seu psicológico está totalmente conturbado, ele não pode pensar em simplesmente socar uma pessoa que já sente mal estar. E tudo parece ir mal para Alex. Seus pais o trocaram por outra pessoa, quero dizer, ofereceram moradia para outra pessoa no quarto de Alex, um de seus colegas Tosko virou um policial e o espancou. Mas no fim, ele consegue moradia de um senhor muito gentil, que conspira contra o governo e contra esse novo método. Ele apresentou Alex a seus amigos e eles o levam a um apartamento, onde ele pode descansar. Alex acorda com uma música muito perturbadora para ele, pois ele acaba se lembrando do que aconteceu com ele na cadeia então ele simplesmente pula da janela. A altura não foi o suficiente para matá-lo, mas foi suficiente para causar grandes danos.
  Durante sua estadia no hospital, Alex descobre que o suposto senhor hospitaleiro queria matá-lo, pois reconheceu Alex, o cara que acabou matando sua mulher. Não a senhora da casa invadida, uma outra pesoa da noite anteriror. O curioso é que esse suposto senhor, era escritor, e seu útlimo livro publicado foi Laranja Mecânica, mas calma, ele não é Anthony Burgess, e sim F. Alexander. ;)
  Outra coisa bem controversa as ações de Alex é que ele apesar de ser uma pessoa violenta, ele é um grande amante de música clássica, tem um vocábulo bem interessante e sempre se refere a si mesmo na terceira pessoa.
  Uma coisa que também atrasou bastante a minha leitura desse livro foi a linguagem Nadsat de Alex. Palavras russas com um toque em inglês. Graças ao publicador dos Estados Unidos, existe um glossário para essas palavras. Tem umas palavras que você consegue descobrir pela dedução do contexto, outras já não tem a mesma sorte... O legal é que, no meu caso, depois da 2ª parte do livro, eu quase não precisei olhar no glossário para descobrir...
  Enfim, Laranja Mecânica é uma veshka bem controversa, umas pessoas pensam que é ujasni, outras já falam que é tudo tchepuka, especialmente com todas essas slovos complicadas de Nadsat. Muitos ficam spugi ao ler, e chamam de glupi quem lê... Outros já falam na hora que esse livro é uma kal. Mas se você conseguir ponear tudo o que eu disse, você provou que é um grande fã desse livro ;)


8 comentários:

  1. Oi Edu :D
    ahaha xD eu ponho.
    me deixe só encontra-lo >.<
    e fazer um novo post :b

    Jinhos<3

    ResponderExcluir
  2. LARANJA MECANICA!!!! \o/
    E o que achou dessa controversa e perfeita obra?
    Para mim é uma das melhores e o Alex é incomparável.
    Depois eu volto aqui e comento melhor..afinal fui eu q te incentivei a ver essa obra! Só falta você, assim como eu.também se vestir como o Alex...não esqueça de vero filme...a obra fica ainda melhor!
    bjs

    http://www.empadinhafrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Já ta Edu (:
    você já pode ir la sacar :D

    Jinhos<3

    ResponderExcluir
  4. Oi Kari-chan!
    Já dei uma passadinha no seu blog para ver, são bem legais!!! Eu já estou até baixando!
    bjs

    Oi Tsu!
    Eu adorei o livro, a história, todo o contexto! É claro que um monte de gente levou um susto ao me ver ler, mas eu não tô nem aí *Luka style (OMG eu desenterrei a carreira dessa cantora...)*
    Eu vou procurar o filme, vi algumas screenshots, mas nada se compara a ver realmente... Vou dar uma olhada na grade de programação do TCM, um canal que passa filmes cult para ver se vai passar... n_n
    bjs

    ResponderExcluir
  5. AEEE :D
    Ainda bem que você gostou +.+

    Aee o: não tem de que :b

    Jinhos<3

    ResponderExcluir
  6. AEEE Edu +.+
    Você pensou mesmo que iria deixar o meu querido blogue? :o

    OBRIGADO +.+ agora só em Setembro :D *Fazendo Troll Face -.-*

    Jinhos<3
    ps: o que você achou dos Buddy desktop? +.+

    ResponderExcluir
  7. Oi Edu!
    Poxa sério que meu blog ajudou voc~e a esclarescer alguma dúvida sobre anime? Pensei que vc era otaku rs. Bom eu não acho que Dorama e Live Action seja a mesma coisa. No geral o Dorama são as novelas japonesas e o live action são as séries feita com atores mas baseado em uma série de anime, como Death Note, Jigoku Shoujo, Ouran, etc...
    Agora sobre essa forma de promover como foi o Aika..bom deve ser técnica de marketing da produtora rs... eu até hoje só vi um live-action de anime que achei bom: Gantz...ous outros me decepcionaram....

    Ah imagino que as pessoas se surpreenderam vendo vc ler LM...não é um livro para qualquer um afinal =) . Tem que saber saborear e compreender a obra.

    Eu recomendo que vc baixe o filme. Ver o ator Malcom McDowell interpretando o Alex é sensacional!

    http://www.empadinhafrita.blogspot.com
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Tsu!
    Sou otaku sim, mas essa dúvida sempre pairou sobre minha cabeça...

    Geralmente as pessoas se surpreenderam com medo, por que a história não é nenhum romancinho adolescente, né ;)

    Mal posso esperar para ver o filme, vou baixar quando a minha internet estiver boa, por que hoje, só Jesus com providência... :/
    bjs

    ResponderExcluir