Páginas

terça-feira, 5 de julho de 2011

Blizzard 4 Years Later - Capítulo 16


Blizzard 4 Years Later
16. A Felicidade pode ser encontrada

  Olá, eu sou Kyou Oharaso.
  Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre mim. Sou mais conhecida como a Garota Superação. Por que eu recebi esse nome? Sobrevivi. Simplesmente isso... Não morri, quando eu era alvo certo de meu pai para morrer e também não morri quando estava tomada de um coma profundo...
  Como eu posso ter sobrevivido de uma maneira tão simples assim? Isso nem eu mesma posso entender, talvez tenha sido o momento que eu não tinha mais nada então me agarrei á felicidade.
  Se passaram quatro anos desde a minha última façanha, se é que podemos chamá-la assim... Tenho 20 anos agora. E adivinhe só... Eu acabei virando uma escritora. Pensei em fazer isso há três anos atrás, então relatei minha vida, mas foi tudo nos mínimos detalhes, foi tudo tão detalhado que acabou rendendo três livros inteiros! Os meus fãs chamam-no de Saga Superação.
  Vivo bem agora, tenho uma carreira bem estruturada, tenho dinheiro, posso viajar pelo mundo inteiro contando minhas histórias... Basicamente tudo que eu posso desejar.
   A propósito... Neste exato momento estou dentro de um avião, que está embarcando para os Estados Unidos, o lançamento do meu terceiro livro lá, será daqui há algumas horas, e eu não quero perder isso por nada... Sem falar que eu também quero encontrar alguém nesse país... Alguém que faz quatro anos que eu não a vejo...
  O avião para no aeroporto e logo, sou recebida calorosamente pelos meus fãs, tiro umas fotos, dou alguns autógrafos e prossigo meu caminho até chegar em um táxi. Do táxi eu entro em um hotel, onde eu reservei um quarto para mim. Mesmo tendo bastante dinheiro, talvez eu nunca me apegue a ser rica, gosto de coisas simples é exatamente o que esse quarto expressa... Desde que tenha uma cama e um banheiro, já está ótimo para mim, é claro que tem que estar em condições apresentáveis, afinal, faz parte, eu não quero usar o banheiro e ver que alguém deixou um presente para mim na privada...
   Tenho que dormir o máximo de tempo que eu puder, amanhã será um dia puxado...

   Acordo 100% disposta para fazer tudo, então tomo meu café da manhã, e logo em seguida pego um táxi, eu mostro para o motorista aonde é o destino e ele me leva até lá. Eu vou parar dentro da Universidade de Harvard, e entro em uma das repúblicas. E justamente a pessoa que eu queria ver estava lá.
  - Não acredito que eu estou vendo você de novo! – gritou ela histérica.
  - Eu falei que a gente ia se encontrar em breve pelo Twitter, se esqueceu Anelisse?
  Isso mesmo pessoal, essa pessoa com quem eu queria me encontrar era Anelisse, estava morrendo de saudade dela... Anelisse estava bem, pelo menos quando a gente conversava por redes sociais, ela parecia estar bem. Mas quando eu a vejo pessoalmente, eu percebo que ela está nem um pouco bem...
  - O que foi amiga? – perguntei para ela – você parece tão down.
  - Você notou? – falou ela em tom baixo – todo mundo está perguntando a mesma coisa para mim, o tempo todo...
  - Mas me conta... O que foi?
  Anelisse hesitou um pouco antes de responder, mas ela tomou coragem para fazer a ação.
  - É o Shima... – disse ela, e quando ela pronunciou essas palavras, lágrimas começaram á cair do seu rosto, como se fossem chuva.
  - Ann...
  - Faz quatro anos e alguns meses que eu não o vejo! Eu sinto saudades dele! Eu o amo! Ele é o amor da minha vida! Ele é a minha razão de ser!
  - Anelisse... – como eu podia falar para ela?
  - Eu sei... Poupe suas palavras de consolo, nem o melhor psicólogo daqui conseguiu entender o que se passa comigo.
  - Eu receio... Que a fila tenha andado para ele.
  As lágrimas de Anelisse cessaram. Mas seu espanto não. O que eu tinha feito? Maldita boca!

Nenhum comentário:

Postar um comentário