Páginas

terça-feira, 17 de julho de 2012

Fanfic nova! BH

Olá pessoal!
Hoje apresento á vocês a minha primeira Fanfic! 
Ué, mas você não escrevia Fanfics? Não, escrevia Fics, ou seja, pequenas histórias de ficção onde os personagens são originais, dessa vez os personagens são inventados.
Já viu o filme A Casa Monstro de 2006? Pois bem, a história se passa com os protagonistas, porém com um toque mais de Resident Evil (daí o nome BH - Biohazard, nome original de Resident Evil).
Não me prendi muito a história original do filme, o começo da fanfic pde até parecer, mas ao decorrer perceberá a diferença. E fiz algumas mudanças Por exemplo: PJ, não há o nome completo dele, então inventei um e Brooke, que na verdade é Zee, mas eu não curti muito esse nome...


1. Estopim
            Paul Jenkins, mais conhecido como PJ mora em Arkhn City, cidade vizinha de Raccoon City, no Centro Oeste dos Estados Unidos. O ano é 2010. Já faz 12 anos desde o incidente de Raccoon City e que ela foi queimada. Esta é a semana de Halloween, mais precisamente dia 25 de Outubro de 2010.

            Impaciente, como sempre... Sempre estou assim... Não sei. Desde que me mudei para essa casa, cismo direto com a mansão do vizinho da frente... Há alguma coisa errada com essa mansão... Mas o que seria? Desculpe minha petulância... Me chamo Paul Jenkins, mas prefiro que me chamem de PJ. Estou no meu quarto com meu melhor amigo Chowder, tentando espiar com meu telescópio a mansão...
            — Meninos, vocês realmente não estão a fim de comer droga nenhuma, não é? — falou Brooke, entrando no quarto — Vão morrer de fome, pois eu não vou preparar nada para vocês!
            Brooke bateu a porta e desceu as escadas. Eu realmente não entendo os meus pais... Tenho 14 anos e eles ainda contratam a Brooke pra ficar de olho em mim... Parece que não confiam em mim...
            — Uh... Gostosa á vista! — falou Chowder ao telescópio.
            — Chowder, o que eu falei sobre ficar espiando a vizinha?
            — Mas não é a vizinha, e sim uma garota que está com um carrinho cheio de doces, desfilando pela rua.
            Olhei pela janela. A garota devia ter a mesma idade que nós. Ruiva. E pelo seu uniforme, dá para julgar que ela estuda naquela academia só para meninas a Monthyworth.
            — Caramba mano! Ela vai entrar aqui!
            — Para quê Chowder?
            Neste instante a campainha toca.
            Chowder sai desenfreado para descer as escadas, peguei ele pelo colarinho e disse.
            — Vamos apenas espiar...
            Ao descer ás escadas vemos Brooke extremamente sem ânimo abrir a porta.
            — Boa tarde senhora!
            — O que você quer? Senhora vírgula, tenho 23 anos.
            — Desculpe-me... — falou a garota sem jeito — Como sabe, essa é a semana de Halloween! E é bom estar prevenida, afinal, pesquisas indicam que há uma grande porcentagem de chances de sua casa ser alvo de ovadas ou “embalsamada” com rolos de papel higiênico devido á falta de doces.
            — E...? — respondeu Brooke desinteressada.
            — Para evitar que tal infortúnio aconteça com esta bela casa, estou vendendo doces pela vizinhança!
            — Não estou interessada... — disse Brooke fechando a porta.
            — Estão mais baratos do que no supermercado. Você leva mais e paga menos.
            — Não estou a fim. Aliás, nem sou dona desta casa e muito menos estou com meu dinheiro aqui...
            — É a babá, não é? — falou a garota com ar de negociadora — Escuta, o casal deve ter deixado uns 30, 40 dólares de emergência... Será que você não vasculha a casa rapidinho... Me dá uns 10 e eu saio da sua cola?
            — Você é boa com os negócios, hein menina... Só te dou os 10, se me der dois pacotes de Kit Kat’s.
            — Os dois pacotes são por 15 dólares.
            — Dois pacotes de Kit Kat’s ou nada feito — falou Brooke séria.
            — Ok... Ok... Aqui estão os Kit Kat’s.
            — E aqui estão os 10... — falou Brooke imediatamente.
            — Você já sabia onde estava o dinheiro... E pegou pra você não é, esperta?
            — A emergência é que estou lisa e preciso de dinheiro... Só receberei meu pagamento depois que o casal chegar...
            — Hum... Foi um prazer fazer negócios com... você.
            Brooke fechou a porta e descemos as escadas.
            — Que foi? Esses Kit Kat’s não são pra vocês.
            Subimos as escadas novamente, um pouco decepcionados, mas continuamos a vigiar a mansão...
            Percebemos que a garota estava indo para aquele local, toda alegre por ter ganhado seus 10 dólares... Foi quando ela apertou a campainha da mansão. Sem pensar duas vezes corremos atrás dela. Aquela mansão era suspeita, não morava ninguém lá desde antes de eu nascer e poderia ser perigoso.
            Descemos as escadas correndo, foi quando saímos pra fora, os portões se abriram, rangendo a garota ia entrando, quando saímos correndo pela rua gritando.
            — Vocês são loucos? — perguntou a garota.
            — Não dê mais nem um passo! — falou Chowder.
            — É! Essa mansão é estranha! — completei.
            — Ah... Por favor... — falou a garota dando mais um passo quando o portão se fechou com tudo, porém prendeu o carrinho dela, evitando que se fechasse completamente. Todos se assustaram.
            — Vem! Sai daí! — gritei para ela.
            O portão forçava cada vez mais, amassando o carrinho de doces. Sem pensar duas vezes, a garota deu um mortal, passando pelo vão deixado pelo portão e antes que pudesse olhar para trás, o portão se fechou completamente, esmagando por completo o carrinho com os doces.

6 comentários:

  1. Eduardo adorei a Fanfic... vc é bom com as palavras, mais cuidado com os dialogos, ficou faltando poucos detalhes, tipo na parte que eles correm e gritam pela rua, poderia ter colocado um dialogo para eles, tipo: NÃO ENTRE AÍÍÍ...
    Eu não sou nenhuma estudada de leitura e nada, mais senti falta disso... mais eu amei, eu amo este filme e fiquei curiosa com a continuação, o que será que tem mais a frente? rsrsrsrs... me dá um toque quando for colocar a continuação é que como ando na correria talvez eu não veja a postagem, mais quero continuar a ler...=D

    O Blog tá ficando muito legal, o fundo ficou muito lindo e esse gatinho dormindo é fofo demais... amei.
    O Rock está otimo, já fez amizades com 80% dos gatos... kkkkk... falta os mais velhos que são mais durões, a maldade existe mais o castigo tbm, essas pessoas pagam sempre antes de morrer, pode demorar, mas o castigo sempre chega.
    Abraços...*-*

    http://www.artesdosanjos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jane!
      Se eu te contar que quando decidi escrever esta fanfic estava com insônia e resolvi fazer algo para pegar no sono? É claro que relendo agora dá para sentir bem a falata disso mesmo... Valeu pela dica!
      Pode deixar que eu te aviso!!

      O gatinho dormindo é o meu gato, o Neko-chan :3 É um dos raros momentos que eu consigo tirar foto dele, já que ele quer cheirar a câmera XD
      Que bom que o Rock está se adaptando aos poucos! Isso é verdade, no fim, nada fica impune!
      Abraços!

      Excluir
  2. Edu o/!
    E então como estão as coisas? Tudo blz nessas férias? Vida bandida de estudante? Então minha vida de designer gráfico é vida loka ahshashashasas.
    Olha só! Uma fanfic! Li o primeiro capítulo e está bom...vc pode inserir mais descrições, detalhar mais um pouco os acontecimentos para enriquecer!
    Agora..uma cidade vizinha de Raccon City? Então ela faz fronteira com Silent Hill!!!!

    Sobre a sessão Sonoridade, eu já tenho 2 artigos prontos, mas preciso agilizar logo porque é um pouco cansativa de fazer. Eu sou muito idiota mesmo..já fico na maior correria e crio umas sessão que vai me deixar ainda mais na correria! @_@ Tenho de levar uns pipocos kkkk.
    Olha com essa onda de anti-pirataria a gnete está se ferrando legal..eu não vejo camelôs de dvds em Jundiaí também...os que vejo estão num horário que não consigo comprar (se bem que tenho tanto filme pra ver eu é melhor não pegar mais por enquanto).. O Megaupload precisa voltar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tsu!
      Hoje é o último dia de férias u.u
      Vida loka kkkkkkk
      Vou te contar que descrição nunca foi o meu forte... Na verdade eu gostava muito de fazer descrições... Até ler Senhora do José de Alencar... O livro tem umas descrições de 3 páginas... Nem sei como consegui ler tudo sem desistir XD Mas valeu pela dica! Vou dar uma revisada no capítulo 2!
      Fronteira com Silent Hill? Já pensou eles sem querer esbarrarem com a Alessa? XD

      Não diga isso... Eu também vivo chamando compromissos pra cima de mim de vez em quando e mesmo quando tenho coisas pra fazer, faço mais coisas ainda XD
      Verdade! Aqui em Campinas também, os Camelôs se juntam tudo no Centro só que á noite! Nem f*dendo que eu vou pro centro á noite =/ Digo, os caminhos que levam para o Centro a pé e á noite são duvidosos...
      Digo... [Momento Cidade Alerta] o caminho mais curto é um túnel mal iluminado que mais parece uma cena de Silent Hill XD o outro passa pertinho, praticamente do lado de uma mini crackolândia =/
      Aí não dá né?
      bjs

      Excluir
  3. Adorei a Fanfic logo de cara. EU vi a casa monstro. é uum filme bem legal! Rs Está arrasando com a história e diálogo , sempre sonhei em viajar com amigos em uma mansão esquisita! Acredita que ja tentei fazer isso na adolescência? Mas não foi uma mansão, era a casa de uns vizinhos bem estranhos..mas durou 1 semana. #Revelação. Espero o próximo capitulo , quero ver o que vai acontecer com a galera...poxa, esmagou o carrinho com os doces? Logo os doces? :((((( kkkkkkkkkk'

    Beijao!

    www.spiderwebs.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sabrina!
      Fico feliz que tenha gostado da Fanfic!
      Deve ter sido bem legal fazer isso... Eu costumava fazer isso quando ia no Nordeste com meus primos... A gente entrava na casa antiga da minha tia procurando pistas XD
      Já já posto o novo capítulo!
      Oh... Pobres doces =( kkkkkkk
      bjs

      Excluir