Páginas

domingo, 9 de dezembro de 2012

Hiato #1 - Neighbors From Hell

Eu não queria começar a série Hiato com esse assunto, mas, hoje aconteceu algo que realmente me forçou a escrever sobre esse assunto hoje u.u


#1 - Neighbors From Hell

  Antes de começar, sim, me inspirei na série animada exibida no FX.
  2012 prometia uma vida pacata para todos, uma vida tranquila - tá bom, foi um pouco agitada, mas em sua maioria, eu pensei que viveriamos tranquilos. 
  Ao lado da minha casa há um terreno vazio, desde que eu me mudei para cá o terreno sempre foi meio abandonado e passava de dono em dono, até um certo dia... Dois meses atrás, uma mulher comprou o terreno e finalmente decidiu construir alguma coisa lá. Legal, teríamos mais vizinhos. Confesso que fiquei animado. Porém não deu dois dias para que a animação se desfigurasse.
  A mulher cismou que o seu relógio d'água tinha que ficar em tal parede e justo nesta parede, estava a lixeira da minha casa, o que ela fez? Simplesmente arrancou. Não pediu permissão, nem falou nada com ninguém. Colocamos de volta a lixeira e em uma semana, a mulher teve a audácia de arrancar a lixeira por inteiro, digo de arrancar TUDO, não deixar nem a haste de metal e ainda colocou na frente da casa da minha avó! [Eu moro nos fundos]
  Então as faíscas começaram a surgir... Todo dia, uma gritaria diferente saía do local, até que a casa dela finalmente foi construida e ela chamou toda a família pra morar. 
  Gente só saía barraco de lá! Eu não sabia se dava risada por causa das razões futeis ou se ficava preocupado, por que os barracos eram mesmo da pesada.
  Porém, em um pacato dia, às 17:00 o filho da doida, inventa de tacar pedras pelo muro, tentando quebrar alguma janela de casa e logo em seguida, pegou um cano de PVC e começou a gritar: FILHA DA PUT@! Minha paciência tem limite, eu tive uma vontade tremenda de mandar as pedrinhas goela abaixo do moleque pelo cano ¬¬', mas minha mãe falou para a gente não se rebaixar ao nível dele. Eu rebati falando que se a gente não tomar providências, nada vai mudar, ela respondeu que iriamos esperar, eu já estava fervendo e falei: Esperar até quando? Até matarem o gato? Se a gente esperar a mãe dele chegar em casa, ele vai desmentir tudo depois!
  Depois resolveram inventar de colocar uma piscina na laje, fazer um churras e tocar pagode ozados e alegres... Eles falam que é preconceito julgar uma pessoa assim, mas não posso fazer nada se eles honram o próprio estereótipo, porém esse não é o problema, o problema é que a privacidade se reduziu a níveis alarmantes do tipo, quase se rastejar pelo chão para trocar de roupa... É, a laje deles é quase um camarote para ver a minha casa... Agora eu sei como é viver em um Big Brother, valeu George Orwell...
  Nesta última semana, providências foram tomadas! Decidimos erguer 80cm do muro. Fiquei animado com a ideia, mas depois que aconteceu hoje, 80 cm não é nada. O filho da vizinha quase pulou o muro...
  Moro nesta casa há praticamente 12 anos. NADA pertubou ninguém, todo mundo é amigo de todo mundo... Mas agora recebemos um teste de paciência e tolerância, mas é como eu disse na redação do Saresp: O país não irá para frente se ficarmos passando a mão na cabeça de quem não merece.
 

10 comentários:

  1. Puts Edu que mal, eu costumava a morar perto de uma favela e do lao da casa da minha avó, era um inferno!!! Porque minha mãe tem uma rincha com a familia do meu pai... noss era horrível, o pessoal de lá favela era super invejoso dava raiva, e a gente não podia discutir com eles porque é meio perigoso =/... era horrível.
    Mas espero que tudo se resolva bem por aí, tenha paciência que tudo passa. Boa sorte Edu!
    beijiinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flávia!
      Que trash, hein? Minha tia mora perto de uma favela e ela fala que cada dia é uma surpresa nova...
      Rola um boato que um dos meus vizinhos já foi preso... Então é bom não arranjar encrencas... O pior é que eles que procuram :/
      Tudo vai passar, eu tenho certeza :D
      bjs

      Excluir
  2. Ihhh Edu-kun!!!Eu sei como é ter vizinhos assim!!Sabe...Eu tenho um vizinho do fundo,que na verdade é um senhora...Mas a verdade é que a filha dela veio morar com ela,trazendo a neta da senhora...Ou seja,a vovó a mamãe e a filhinha...E essa senhora teve uns problemas,foi internada,depois voltou.Só que filha dela vive com ela...Qual o problema?É que a filha dela,briga muito com a neta dela.....E tipo,as "conversas" que saem de lá são horríveis...Na verdade só sai gritaria! E teve um dia que as 23:30 da noite eu começo a escutar os gritos da menina de 12 anos....Sei lá...Os gritos dela são muito...Extravagantes...Algumas vezes sinto dó do que a mãe dela fala para ela.Mas ninguém sabe o motivo dos barracos....

    E tenho uma outra vizinha que mora a uma casa de distância da minha....São evangélicos,nada contra,mas eles erguem as músicas gospeis até o último volume...Além de colocarem o carro na frente do nosso portão...Que já é difícil de sair por causa do movimento.

    Há momento que universo brinca com testes,algumas vezes esses testes são grandes,e outros nos deixam tristes...Mas se pudermos supera-los vira uma grande lição de vida...Olhe para os seus vizinhos e pense,"Eu sou diferente deles,eu tenho uma cabeça diferente e vou seguir com essa mentalidade,e nunca chegar ao nível deles!!,paciência,muito chá e muitos livros irão ajudar Edu-kun!Vai lá!

    (Haaaa eu tenho um vizinho que também joga pedras em cima do meu telhado! Eu imito um cachorro para ele parar. :I {Não leve a vida igual a mim Edu-kun...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Keiko!
      Nossa... É quase a mesma coisa aqui... Só que os barracos decidem passar em horário nobre - do meu sono - tipo, da 0:00 até as tantas... Isso quando o carro deles não chega de madrugada... Me diz que tipo de pessoa estaciona um carro... ACELERANDO!

      Vizinhos protestantes que bombam música gospel? Vish, isso é novidade pra mim...

      Keiko, é o que eu penso todo dia, é como uma prova da vida. Nada acontece por acaso.

      Eu já não posso imitar um cachorro... Eles sabem que eu tenho um gato XD
      bjs

      Excluir
  3. Putz mano,que situação tensa :O
    Todo mundo tem vizinho chato....aqui onde moro a galera é fofoqueira e fica ouvindo FUNK no volume máximo :O

    Abraços e boa semana
    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sandro!
      Vizinhos fofoqueiros... Na cidade da minha avó é tudo assim... E é trash de mais... Todo mundo sabe da vida de todo mundo lá :/
      Bom, o funk já um clássico entre os vizinhos irritantes :/
      Abraços!

      Excluir

  4. Edu \o/
    Nossa cara, quanto tempo que vc não aparecia na blogosfera!
    Como está á vida? A correria acalmou um pouco? Rapaz agora sou eu quem estou numa correria dos diabos rs.
    Meu..que coisa complicada essa que vc e sua familia está passando hein? Nossa..vizinhos ás vezes são um karma lazarento e pior que nunca tomam jeito! Acho que tem pessoas que são tão ralés que precisam aprender boas maneiras e bom senso na base da porrada ¬¬Mal estou conseguindo cuidar do blog decentemente..tá complicado..mas acho que epois das festas tudo se acalma ^^. Eu preciso que se acalme rs.
    Valeu por ter curtido os cosplays! E aguarde que o blog virá com novidades!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tsu!
      Pois é... Eu andei experimentando uns chás por aí, inclusive o de sumiço! #EikeSemGraça
      A correria acalmou, mas ano que vem piora, o TCC do SENAI tá chegando D:
      Realmente, eles falam que a porrada não funciona nada, mas em casos extremos... :D
      Eu também tenho um post pra fazer do CAF... Não consegui tirar muitas fotos, mas aproveitei bastante os cosplays :D
      bjs

      Excluir
  5. #FATO...gostei muito do que vooç fala nela..
    parabeens Dudu xD'

    ResponderExcluir